Saiba tudo sobre as baterias LFP para carros elétricos

As baterias LFP representam mais um avanço significativo na indústria automóvel e podem contribuir para acelerar a transição para a mobilidade 100% elétrica. Apesar dos vários incentivos para carros elétricos, o seu preço de aquisição ainda é elevado e fica aquém das possibilidades de muitas famílias em Portugal. Mas e se as baterias LFP contribuírem para a redução dos preços dos carros elétricos? E o que é, afinal, uma bateria LFP? Continue a ler porque, neste artigo, vamos explicar-lhe tudo.

O que são as baterias LFP?

As baterias LFP são um tipo de bateria de iões de lítio que utilizam fosfato de ferro-lítio como material de cátodo (elétrodo negativo). LFP significa, em inglês Lithium Iron Phosphate. Para além da indústria automóvel, este tipo de baterias também pode ser utilizado noutros contextos – desde o armazenamento de energia doméstica a sistemas de armazenamento de energia em grande escala.

As baterias LFP já estão a ser utilizadas há algum tempo por construtores chineses, por exemplo, na gama 100% elétrica BYD.

Quais são as principais vantagens das baterias LFP?

Em comparação com as baterias tradicionais de níquel, cobalto e manganês (NCM) que são utilizadas por muitos fabricantes europeus, as baterias de fosfato de ferro-lítio têm inúmeras vantagens adicionais:

Tempo de vida útil superior

As baterias LFP têm uma vida útil mais longa do que as baterias de iões de lítio NCM. Neste sentido, são uma opção mais atrativa para quem procura baterias mais duradouras e um investimento a longo prazo.

Maior estabilidade térmica e química

O fosfato de ferro-lítio também é menos propenso a reações térmicas e químicas indesejadas, o que contribui para uma maior estabilidade em condições climatéricas exigentes.

Segurança

É devido a esta maior estabilidade térmica e química que o risco de incêndios ou explosões é mais reduzido. Isto significa que as baterias LFP também são, em geral, mais seguras.

Menor taxa de autodescarga

As baterias LFP tendem a ter uma taxa de autodescarga inferior, ou seja, são capazes de reter a carga elétrica por períodos mais longos quando não estão em uso. Para além disso, comprovou-se que estas baterias também conseguem suportar mais de 2000 ciclos de carga/descarga, com pouca degradação, mantendo 90% da sua carga original. Quem o diz é um estudo do Journal of The Electrochemical Society, feito em 2020.

Impacto ambiental reduzido

Como não têm metais pesados tóxicos na sua composição (como o cobalto), as baterias LFP também acabam por ser opções mais amigas do ambiente, quer do ponto de vista de produção, quer do ponto de vida de reciclagem.

Ler mais: “Como escolher a bateria para o seu carro?

E desvantagens?

Longe de ser uma solução ideal, esta tecnologia também tem algumas desvantagens. Desde logo:

Menor autonomia

As baterias LFP têm uma densidade energética inferior às baterias de iões de lítio NCM e, isto traduz-se, inevitavelmente, numa menor autonomia automóvel.

Resistência a temperaturas baixas

Ainda que as baterias LFP tenham uma boa estabilidade térmica e química, e resistam particularmente bem a temperaturas altas, o mesmo não acontece com as temperaturas demasiado baixas. Nestas circunstâncias, uma bateria LFP não terá o nível de desempenho esperado, no que toca à sua capacidade e à eficiência dos carregamentos.

Qual é o impacto das baterias LFP no preço dos carros elétricos?

É do conhecimento geral que um grande desafio relacionado com a transição para a mobilidade verde é, precisamente, o preço ainda elevado dos veículos elétricos (VE). Isto tem que ver, em parte, com a tecnologia utilizada e com os custos da produção das baterias de carros elétricos.

Porém, as baterias LFP são um avanço importante e promissor neste segmento, pois podem ajudar a baixar preços dos VE devido a:

  • Custo de produção mais baixo. Enquanto as baterias NCM utilizam materiais mais caros, raros e menos sustentáveis (como o cobalto e níquel), as baterias LFP são feitas com materiais mais acessíveis, abundantes e baratos (como o ferro). Isto, inevitavelmente, tem um impacto grande no custo total de produção.
  • Custos de manutenção reduzidos. As próprias características deste tipo de bateria também se traduzem em custos moderados ao nível da manutenção.
  • Vida útil mais longa. E para os condutores preocupados com os custos de substituição da bateria, a boa notícia é que a degradação da capacidade das baterias LFP é mais lenta ao longo do tempo.

Conheça a oferta de carros elétricos da Caetano Retail

Se considera optar por um veículo elétrico, não deixe de conhecer a oferta de automóveis elétricos disponíveis na Caetano Retail.