Porque é que a pintura automóvel é importante?

A pintura automóvel, no meio de tantas outras tarefas importantes para a boa manutenção de um veículo (sejam elas o inevitável investimento em pneus novos ou a mudança da correia de distribuição) é um aspeto menos valorizado por parte de alguns condutores.

Contudo, as boas condições da pintura do seu carro não devem ser dadas como uma garantia. Mesmo que não haja riscos visíveis, considere investir na pintura automóvel ocasionalmente. Ela é, sem dúvida, uma parte importante para a boa preservação do seu veículo.

Neste artigo, vamos dar-lhe 4 motivos pelos quais a pintura automóvelé tão importante, e vamos abordar algumas das perguntas mais frequentes sobre o tema.

4 Motivos pelos quais a pintura automóvel é importante

1. A pintura automóvel melhora o aspeto geral do seu veículo

Não fugindo ao que o senso comum nos diz, a primeira grande função da pintura automóvel é, naturalmente, a componente estética. Tal como qualquer outro item ou objeto de uso pessoal, um automóvel reflete, em grande parte das situações, muito da personalidade do seu condutor e é um fator importante para moldar as primeiras impressões.

Isto é verdade em várias situações, mas assume uma importância adicional nos casos em que o automóvel é usado para fins profissionais. Assim, se é, por exemplo, um agente imobiliário ou um comercial que se reúne frequentemente com os seus clientes, o look do seu carro é um aspeto que não vai passar despercebido. Nestes casos, o veículo faz parte da própria imagem da empresa ou marca que representa e, naturalmente, essa imagem deve ser preservada e causar, de imediato, uma primeira excelente impressão.

2. Previne problemas estruturais

Mas não é verdade que a pintura automóvel serve apenas um propósito estético. Na verdade, ela desempenha também um aspeto muito importante para a preservação do bom estado geral do veículo. A pintura funciona como uma camada protetora que preserva o seu automóvel das agressões naturais da estrada, durante a condução. Quanto mais forte e resistente estiver o metal do seu carro, melhor ele vai suportar os arranhões e as agressões do dia a dia.

Ler mais: “5 motivos pelos quais a lavagem do carro é importante”

3. É uma forte aliada contra a corrosão

A pintura automóvel funciona ainda como uma camada selante, que protege o veículo de humidade e da consequente corrosão. É por isso que, se não prestar a devida atenção aos riscos e às pequenas amassadelas, com o passar do tempo, estes danos podem progredir obrigá-lo a gastar mais dinheiro do que inicialmente previsto

O nosso conselho é que, sempre que encontrar um risco ou uma pequena amolgadela no seu carro, considere arranjá-la e pintar a peça o quanto antes.

4. É um fator de valorização na venda do automóvel

Por fim, não se esqueça de que, se num futuro próximo quiser vender o seu carro, este deve estar com bom aspeto, de forma a ser um produto atrativo e minimamente competitivo no mercado. A pintura automóvel é, de todos os fatores de valorização, talvez o mais importante, uma vez que tem um impacto enorme na primeira impressão que um potencial cliente vai ter do seu carro usado.

Sobre este tema, sugerimos ainda a leitura do artigo “Vender carro: 15 conselhos para valorizar o seu veículo”, onde deixamos mais dicas para uma venda automóvel de sucesso.

E quanto custa, em média, a pintura automóvel?

Saber quanto pode custar exatamente a pintura automóvelé uma das perguntas mais frequentes dos condutores portugueses.

Na verdade, a resposta a esta pergunta depende de inúmeros fatores, tais como: a cor utilizada na pintura (as cores sólidas tendem a ser mais baratas, em contraste com os tons metalizados que acabam por ser mais caros), o tipo de tinta utilizada, o tamanho da superfície a ser pintada e a existência (ou não) de um acabamento final.

Deve, por isso, estudar bem os preços de mercado e pedir opiniões a diversos especialistas. Contudo, para uma pintura geral, pode contar com um valor referência a partir dos 500 euros

Pintura automóvel: preço por peça

A pintura automóvel por peça também pode ser, em alguns casos, uma boa opção. Antes de tomar uma decisão, fale com um especialista para tentar perceber se a pintura por peças é a solução mais adequada para o seu caso.

O preço por peça pintada varia consoante o tipo de peça em causa (se é um capot, uma porta, um para-choques, etc.), mas pode contar com um preço base a partir dos 50 euros.

Pintura automóvel: quando prevenção faz toda a diferença

Sabemos que a pintura automóvel é um custo extra e que, muitas vezes, é dada prioridade a questões de foro mecânico. Por isso, para minimizar a necessidade de pintar carro com frequência, siga estas dicas que fazem milagres no que diz respeito à preservação da pintura:

  • Resguarde, sempre que possível, o seu carro do sol e das altas temperaturas;
  • Proteja a pintura automóvel dos dejetos das aves. Lembre-se de que nem todas as bênçãos vêm dos céus…
  • Lave o seu carro com frequência e utilize os produtos de limpeza adequados;
  • Proteja o seu carro das agressões externas e estacione-o, se possível, em garagens cobertas;
  • Seja cuidadoso na sua condução e na utilização que faz do seu carro no dia a dia;
  • Não estacione perto do mar por períodos de tempo prolongados. O salitre não costuma ser um bom amigo da pintura automóvel;
  • Dê ao seu carro um polimento ocasional para restaurar o seu brilho natural. É um serviço disponível em vários estabelecimentos e relativamente económico.