Os melhores carros híbridos plug-in 2023

Considera opções eletrificadas? Leia este artigo e conheça os melhores carros híbridos plug-in 2023 que já estão a dar que falar.

Os melhores carros híbridos plug-in 2023 prometem aliar performance, sustentabilidade e design. A aposta na maior eletrificação no setor automóvel é uma tendência irreversível, mas os carros híbridos plug-in também têm um lugar de destaque nos novos lançamentos deste ano. Leia o artigo e fique a par das novidades.

Os melhores carros híbridos plug-in de 2023

Peugeot 408

frente do Peugeot 408

Uma coisa é certa: a nova berlina híbrida Peugeot 408 não vai passar despercebida graças ao seu design desportivo e sedutor.

O Peugeot 408 está disponível em duas motorizações híbridas plug-in distintas. Ambas combinam o motor a gasolina 1.6 PureTech — com 150 cv ou 180 cv — com um motor elétrico de 110 cv e contam também com uma caixa automática eletrificada e-EAT8, de oito velocidades. Falamos, assim, de uma potência máxima combinada de 180 cv e 225 cv, respetivamente. A bateria elétrica de iões de lítio tem uma capacidade de 12,4 kWh, que se traduz numa autonomia elétrica de cerca de 55 km.

Os tempos de carregamento variam entre 1h40 (numa wallbox de 7,4 kW (32 A) com o carregador monofásico de 7,4 kW) e 7h05min (se o carregamento for feito numa tomada normal (8 A) com o carregador de bordo monofásico 3,7 kW).

Para além da tecnologia híbrida plug-in, a condução desta nova berlina promete ser bem prazerosa graças ao PEUGEOT I-COCKPIT de última geração, a um volante compacto com vários comandos integrados, a um painel de instrumentos digital 3D, a i-Toggles que pode personalizar e a um avançado sistema de infotainment que assegura conectividade reforçada a bordo.

De habitabilidade generosa, este modelo também é muito confortável. O Peugeot 408 tem ainda um sistema de iluminação ambiente LED incorporada, HI-FI premium focal que inclui 10 altifalantes, um sistema de Air Quality (AQS) e Clean Cabin que melhoram a qualidade do ar dentro da cabine, materiais e acabamento de ótimo qualidade.

A marca já anunciou o lançamento de uma versão totalmente elétrica, mas ainda não há datas confirmadas.

Ler mais: “Qual é a diferença entre um carro híbrido e um carro elétrico?”

Audi A6 Avant 55 TFSIe

frente do Audi A6 Avant TSFIe

O novo Audi A6 Avant 55 TFSIe é o automóvel que combina performance e sofisticação. É um modelo versátil e, como seria de esperar de um Avant, perfeitamente adequado para uma utilização diária para cinco pessoas. Seja em estrada ou em percursos urbanos, o prazer da condução está garantido!

Este híbrido plug-in conta com um sistema inovador que combina um motor a combustão e um motor elétrico. A potência total do sistema é de 367 cv (270 kW) e o binário máximo de 500 Nm, logo a partir das 1250 rpm.

É possível optar por três modos distintos, para uma condução mais eficiente e de baixo consumo: a EV, Battery Hold e Hybrid. A EV diz respeito à condução em modo totalmente elétrico, a Hybrid permite-lhe tirar partido da combinação dos dois motores, e a Battery Hold conserva a energia elétrica e disponibiliza-a a qualquer momento, quando solicitada.

Os consumos WLTP combinados de combustível são de 1,4 l/100 km e as emissões combinadas de CO2 de 33 g/km.

O novo Audi A6 Avant TFSIe quattro usa ainda uma estratégia operacional preditiva, que lhe permite registar os dados da sua rota, a fim de saber qual é o caminho ou opção mais eficiente e confortável.

BMW XM

frente do BMW XM

O BMW XM é o primeiro híbrido plug-in da BMW, e também o modelo da divisão M mais potente e pesado (quase 2,8 toneladas!) de sempre.

Este modelo conjuga um eficiente motor de combustão com 360 kW (489 cv) e uma unidade de potência BMW eDrive com 121 kW (164 cv). Falamos de uma potência máxima combinada de 653 cv e de um binário de 800 Nm às quatro rodas. Não admira que este modelo seja um must na lista de melhores carros híbridos plug-in 2023.

Isto traduz-se numa generosa autonomia em modo totalmente elétrico de 82 a 88 km. Mas para uma condução mais flexível e completamente ajustada às suas necessidades, pode sempre recorrer aos modos de condução inteligentes. Graças a esta autonomia em modo elétrico, o construtor alemão anunciou um consumo combinado de 1,6l/100 km e 30,1 kWh/100 km em ciclo combinado WLTP.

A chegada ao mercado deste impressionante SUV híbrido plug-in está prevista para a primavera de 2023, mas a BMW já anunciou o lançamento de uma versão ainda mais impressionante: a Label Red. Com 748 cv e 1.000 Nm de binário, o BMW XM Label Red promete ser o modelo mais potente de sempre.

E, naturalmente, não podemos deixar de falar da componente estética, que se destaca pelas linhas extravagantes e pela grande grelha iluminada com barras duplas na frente. Já a traseira rebaixada acentua a personalidade desportiva do XM, que segue a mesma linha dos X4 e X6.

A bagageira oferece 527 a 1.820 litros de capacidade (mediante o rebatimento dos bancos traseiros). No interior, o condutor conta com um head-up display, com vários sistemas avançados de apoio à condução e com o sistema operativo mais avançado de sempre a bordo de um BMW.

O preço estimado deste novo modelo híbrido plug-in começa nos 195.400 euros.

MINI Countryman SE (PHEV)

MINI Countryman PHEV

A nova geração do MINI Countryman SE (ou PHEV, “Plug-in hybrid electric vehicle”) chega já este ano e promete não só ser um dos melhores carros híbridos plug-in de 2023, mas ser também o modelo mais potente de sempre da marca.

Esta nova versão combina um motor a gasolina de três cilindros de 1,5 litros com um motor elétrico de 176 cv. Falamos de uma botânica combinada de 326 cv, que é superior aos 220 cv do Countryman Cooper S E All4.

A sua bateria elétrica tem uma capacidade útil de 14,2 kWh, que se reflete numa autonomia estimada em modo elétrico de 88 km. A bateria poderá recuperar a carga total em 2h30m num carregador de 7,4 kWh.

A marca britânica detida pela BMW também já confirmou o lançamento de mais quatro motorizações: um híbrido plug-in menos potente com 244 cv, duas versões com tecnologia híbrida com motores a gasolina de 48V de 1,5 litros e 2,0 litros com 170 cv e 217 cv, respetivamente, e uma versão a diesel de 2,0 litros. Também foi comunicado o lançamento de uma versão 100% elétrica, mas os detalhes ainda não são conhecidos.

E o novo MINI Countryman SE não é tão “mini” assim, pois conta com um espaço de habitáculo e de bagageira generosos, perfeitamente adequados para uma pequena família.

Ler mais: “Como e onde carregar carros elétricos?”

Audi Q3 Sportback 45 TFSIe

Audi Q3 Sportback Tfsie

O Audi Q3 Sportback 45 TFSIe é mais um modelo híbrido plug-in a destacar da marca alemã, que combina o design de um coupé com toda a funcionalidade de um SUV familiar. O seu motor híbrido plug-in regista uma autonomia de até 56 quilómetros em modo totalmente elétrico.

A potência combinada do novo Q3 Sportback 45 TFSIe de 245 cv (180kw) e o binário combinado de 400 Nm, permitem que este modelo consiga atingir uma velocidade máxima de 210 km e acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 7,3 segundos (graças à função “boost”)!

O seu consumo de combustível em ciclo combinado é de 1,6 l/100 km e as emissões de CO2 de 37 g/km.

É possível, tal como acontece com o Audi A6 Avant TFSIe, optar pela condução em diferentes modos: totalmente elétrico ou com recurso ao motor de combustão. A condução em modo híbrido dá-lhe ainda a possibilidade de optar pelo modo Hold (em que a energia gerada é conservada na carga da bateria) ou pelo modo Charge (modo em que a bateria é carregada).

No mítico ecrã MMI de alta resolução da Audi poderá ver toda a informação relacionada com o desempenho elétrico do automóvel, o estado de carga da bateria e a recuperação de energia na travagem.

O carregamento doméstico do novo Q3 Sportback 45 TFSIe também não podia ser mais simples. Graças ao cabo de carregamento de série, este SUV híbrido desportivo pode ser carregado numa tomada elétrica, com uma capacidade de carregamento de até 3,7 kW.