Carros híbridos: tudo sobre o segmento automóvel

Se pensa trocar de carro e procura uma alternativa mais amiga do ambiente, certamente os carros híbridos são uma opção que já considerou.

E é natural que assim seja. Os carros híbridos estão efetivamente na moda e muitas marcas começam a apostar seriamente neste segmento automóvel. Contudo, apesar do seu crescente sucesso, os carros híbridos ainda são relativamente desconhecidos do público.

Sim, é verdade. Se lhe perguntarmos o que exatamente é um carro híbrido, quais são os melhores carros híbridos do mercado, quantos tipos existem ou quais as suas vantagens, consegue responder? Se não, respire fundo porque o vamos ajudar com este tema. 

Neste artigo, condensámos toda a informação mais importante sobre carros híbridos para que esteja mais familiarizado com o segmento e consiga considerar todas as opções do mercado.

O que são os carros híbridos?

A resposta para “o que são os carros híbridos” é bastante mais simples do que pensa. Um veículo híbrido é composto por dois motores: um elétrico e outro térmico que pode funcionar com gasolina, gás ou gasóleo.

Um híbrido combina estes dois tipos de motores para aumentar a potência e diminuir os consumos e emissões de gases CO2, durante a sua circulação. No fundo, é uma tecnologia pensada para maximizar a circulação e ajudar a condução a tornar-se cada vez mais eficiente.

Como funcionam os motores dos carros híbridos?

O funcionamento dos carros híbridos é muito simples.

O sistema de propulsão é autónomo. Por norma, está configurado para gerir autonomamente as transições entre o motor térmico e o motor elétrico.

No entanto, também pode acontecer, as marcas configurarem uma série de modos de condução que ditam o funcionamento do sistema de propulsão. Nessa situação, já é permitido escolher o modo de condução.

Ainda no campo da energia, num motor híbrido, toda a energia gerada é aproveitada. Como é o caso da energia resultante, por exemplo, das travagens. No fundo, é como se fosse um ciclo que se auto alimenta para funcionar. Isto ajuda, desde logo, a reduzir os consumos e emissões de CO₂.

Relativamente à caixa de velocidades, os híbridos são automáticos, sendo que podem ter especificidades por marca. No caso, Toyota e Lexus, têm o seu próprio sistema.

Que tipo de carros híbridos existem?

Os carros híbridos atualmente no mercado podem ser classificados de acordo com três critérios diferentes. Conhecer esta classificação não é muito importante para a tomada de decisão de compra, mas estar familiarizado com ela é altamente recomendável para não se perder entre a abundante oferta de carros híbridos que começa a existir.

Com efeito, as classes existentes são:

Em função de como flui a Energia

Carros híbridos com funcionamento em série

O carro híbrido recorre somente ao seu motor elétrico. Parece complicado, mas é muito simples: um híbrido em série é, por exemplo, um carro elétrico que possui um pequeno motor gerador capaz de recuperar para aumentar a sua autonomia. (Ex. BMW i3 REX);

Carros híbridos com funcionamento em paralelo

Possuem dois propulsores que acionam diretamente as rodas. Chama-se ‘paralelo’ porque os dois motores podem impulsionar o veículo simultaneamente. O motor elétrico oferece a sua potência na saída e na aceleração, quando o motor a combustão consome mais. Quase todos os melhores carros híbridos no mercado se enquadram nesta categoria, do Hyundai Ionic Hybrid ao Golf GTE e incluindo todos os modelos da Audi, BMW e Mercedes.

Carros híbridos com funcionamento combinado

Os dois propulsores estão ligados às rodas para que o motor de combustão possa funcionar tanto em série — carregando as baterias — quanto em paralelo — movimentando o carro. Por exemplo, todos os carros híbridos Toyota e Lexus.

Em função de circularem somente com energia elétrica

Micro híbridos

O motor elétrico é tão pequeno que, sozinho, não é capaz de movimentar o carro.

Mild Hybrid

O motor elétrico funciona como um suporte para o motor de combustão, mas tem tão pouca potência que não é capaz de impulsionar o carro sozinho.

Ler mais: “O que é um sistema mild hybrid?

Full Hybrid

O motor elétrico é potente o suficiente para mover o carro em qualquer velocidade. Quase todos os carros híbridos atualmente são Full Hybrid.

Em função da ligação: Plug-In | Não Plug-In

Carros híbridos Plug-In

Conseguem atualmente cumprir, sem dificuldade, 50 quilómetros em modo exclusivamente elétrico e, por outro lado, não precisam de ser ligados à corrente para continuarem a andar quando a autonomia elétrica termina. Contudo, têm uma ligação para efetuar carregamentos em postos de energia.

Carros híbridos não Plug-In

Estes veículos não têm uma ligação elétrica para recarregar a bateria. A razão é que a sua bateria tem uma capacidade tão baixa que não vale a pena recarregar em casa.

Ler mais: “Postos carregamento carros elétricos: saiba como encontrar”

carro hibrido plug in

Quais são as vantagens e as desvantagens dos carros híbridos?

Tal como os outros segmentos automóveis, os carros híbridos também apresentam fatores diferenciadores que justificam a aposta das marcas no segmento. Por outro lado, poderão em certos pontos, não ser o carro ideal para o condutor.

Vejamos então as principais vantagens dos carros híbridos:

  • Menor consumo de combustível (ideal para quem gosta de poupar no final do mês);
  • Melhor aproveitamento da gasolina e/ou gasóleo. Devido ao seu propósito, otimizam o consumo de combustível, evitando o desperdício;
  • Os carros híbridos poluem menos que um carro a combustão, já que a combinação de motores permite baixas emissões de CO₂;
  • Potência extra fornecida pelo motor elétrico;
  • 100% mobilidade elétrica;
  • Rótulo ambiental ECO ou Emissões ZERO;
  • Menos ruído. Não emitem nenhum ruído em funcionamento contribuindo para a redução da poluição sonora em áreas urbanas.

E as desvantagens:

  • Falta de incentivos fiscais. Ao contrário dos carros elétricos, não contam com o apoio do governo.
  • Custo mais elevado. Face aos motores de combustão interna, podem apresentar um maior preço de venda.
  • Estrutura mais pesada. Isto porque apresenta mais componentes mecânicos. Contudo, nada impeditivo para a condução.

As dúvidas mais frequentes dos condutores sobre os carros híbridos

Qual é a autonomia e o consumo de energia dos carros híbridos?

Estes são dois conceitos que vão sempre depender diretamente do estilo de condução do condutor. No entanto, a título de exemplo, um Full Hybrid tem uma autonomia até 50 quilómetros.

Ainda de referir que estes são valores que variam sempre consoante os percursos diários do condutor.

Qual é o custo da manutenção de um carro híbrido?

A manutenção de um carro híbrido é em média 50% mais barata do que a de um a gasolina ou diesel. As avarias são muito menos frequentes e os pneus tendem a durar mais, uma vez que estão sujeitos a menor desgaste.

Quanto tempo demora para carregar a bateria de um híbrido?

Em primeiro lugar, isso dependerá do tipo de híbrido que o condutor tiver. Consoante as classificações que vimos, pode ser através de ligação ou através do seu próprio ciclo de energia (através da energia das travagens ou dos próprios motores).

Dizer ainda que as baterias são mais pequenas do que as de um elétrico. Logo, os tempos de recarga são inferiores. Em apenas alguns minutos, 80% da bateria fica carregada.

Qual é a principal diferença entre um híbrido e um elétrico?

Os carros elétricos não consomem nenhum combustível fóssil.

Já o convencemos a comprar um carro híbrido?

Um carro não é nem melhor ou pior por ser híbrido. Na compra de qualquer carro, o que tem de considerar são benefícios, o preço ou as vantagens e desvantagens do modelo. Por isso, se a intenção é mesmo comprar um carro híbrido, analise o mercado e procure toda a informação disponível sobre os melhores carros híbridos do momento.