A família cresceu? Considere comprar um carro familiar

Numa altura em que diferentes tipos de carro vão surgindo no mercado, as opções são já imensas e ajustam-se às diferentes necessidades dos condutores, assim como às diferentes fases da sua vida. 

Se está a passar por aquela fase em que a família aumentou e o espaço na bagageira deixou de ser suficiente, considere comprar um carro familiar

Neste artigo vamos perceber exatamente o que é, quais são as suas vantagens e principais características.

O que é um carro familiar?

Um carro familiar é uma alternativa aos carros utilitários tradicionais, e distingue-se pelo espaço interior, pela segurança e conforto que proporciona às famílias mais numerosas.

Qual é a origem dos carros familiares?

Os carros familiares foram uma evolução natural dos carros compactos de cinco portas. Alguns deles incorporam, inclusive, portas de correr. Os carros familiares foram evoluindo ao longo dos últimos anos (quer a nível mecânico e tecnológico, quer a nível de design) e, hoje em dia, grande parte das marcas e fabricantes têm um modelo de carro familiar disponível.

Dependendo do país em questão, o carro familiar pode também ser chamado de Station Wagon ou Break

Além disso, algumas marcas dão nomes específicos aos seus carros familiares, para efeitos de marketing. Por exemplo, a Audi refere-se aos seus carros familiares como Avant, enquanto que a BMW identifica-os como Tourer, e a Volkswagen como Variant. Se procura carros familiares usados, qualquer modelo destas marcas será uma excelente opção.

Relativamente à sua origem deste tipo de veículo, o carro familiar nasceu nos Estados Unidos da América, no início do século 20. O seu nome original era Station Wagon. Surgiu da necessidade de haver uma carro com espaço suficiente para transportar passageiros e bagagens entre as estações de comboio e hotéis. 

Por exemplo, na vizinha Espanha, o conceito de carro familiar cresceu exponencialmente durante as décadas de 60 e 70 devido ao baby boom. Já em Portugal, começou a ser mais popular a partir dos anos 80.

Interiores e modularidade

Os denominadores comuns e os principais diferenciadores dos carros familiares são: a zona do condutor, o compartimento do passageiro e a bagageira. Logo, podemos dizer que são carros fracionados, com 3 zonas principais de utilização.

Por outro lado, nos carros familiares a capacidade modular aumenta consideravelmente. Os encostos são, por norma, dobráveis ​e é possível otimizar o espaço da bagageira até ao teto se for retirada a bandeja de bagagem. Isso aumenta a componente prática do veículo e faz com seja um ótimo ponto de venda em comparação com, por exemplo, um sedan tradicional.

Os carros familiares são, por isso, veículos ideais para famílias numerosas e para quem, na sua rotina, tenha de viajar com crianças ou com muita bagagem.

melhor carro familiar

Que tipos de carros familiares existem?

Atualmente existe uma grande variedade de carros familiares no mercado, dentro dos diferentes segmentos automóveis:

  • Carros familiares pequenos, pertencentes ao segmento C;
  • Carros familiares médios, segmento D;
  • Carros de grande porte, que pertencem ao segmento E.

Vantagens de ter um carro familiar

Ter um carro familiar tem inúmeras vantagens. As mais comuns são: 

  • Maior capacidade da bagageira: permite transportar objetos de grande porte (ou mais objetos) com muita facilidade.
  • Fácil acesso à bagageira: normalmente, este tipo de carros possui uma porta de acesso grande, que não rouba necessariamente espaço à bagageira em si.
  • Maior espaço interior: possuem uma zona de condução espaçosa e confortável com diversos espaços de arrumação.
  • Modularidade: os bancos dos carros familiares são rebatíveis, favorecendo o alargamento da bagageira, se necessário.
  • Menor consumo: este tipo de veículos mantém o seu comportamento dinâmico e consome menos combustível do que outros veículos de grande porte como, por exemplo, os SUVs.
  • Segurança: A sua carroçaria robusta proporciona maiores níveis de segurança a todos os passageiros.

Como escolher o melhor carro familiar?

Antes de começar a procurar ou a pensar em qual será o melhor carro familiar para si, existem alguns pontos essenciais que deve ter em conta. Eles são:

1. Avaliar as suas necessidades

Pense em como o seu novo veículo deve ser. Se já tem filhos, saberá exatamente de quanto espaço precisa. Se pretende constituir família, deve pensar nos assentos, número de portas e espaço extra para guardar carrinhos, brinquedos e fraldas. Se as crianças já frequentam a escola, lembre-se que terá de transportar mochilas, instrumentos, equipamentos desportivos… e, quiçá, até os seus amigos.

2. Definir um orçamento

Estabelecer um orçamento realista é fundamental, principalmente se estiver a pensar recorrer a crédito automóvel. Defina realisticamente quanto é que pode gastar, de forma a que esteja confortável ao fim do mês. Não se esqueça de incluir ainda o custo do seguro. Preste atenção a todos os custos relacionados com o veículo e olhe para os custos global. Afinal, é fácil gastar mais do que o inicialmente previsto.

3. Encontrar o melhor preço

Qual será a melhor altura para comprar carro? Assim que tiver um orçamento, é hora de pesquisar os preços dos carros. Pesquisa entre carros novos, carros de serviços, carros usados ou até mesmo semi-novos.

4. Experimentar os carros que gosta

Quando tiver uma pequena lista dos modelos que considera, é hora de fazer o test-drive. Se já tem uma cadeirinha para o seu filho, leve-a para confirmar se ela encaixa bem no carro que gosta.

5. Atentar ao consumo vs. performance

De quanta cilindrada precisa realmente? Carros com maior potência de motor, tendem a pesar no preço. Por isso, considere quais vão ser as suas necessidades reais. Pode precisar de mais cavalos se viajar muito e, principalmente, se o fizer com uma caravana ou atrelado atrás. Lembre-se de que, com mais potência, poderá haver custos adicionais relacionados com taxas extra pelas emissões de CO2, seguro, etc.

Por outro lado, não se esqueça de que um carro tem muitas outras despesas além da compra. Segundo testes realizados, a manutenção de uma viatura durante três anos (90 000 km) custa cerca de 8300 euros. A maior fatia vai para o combustível, representando dois terços dessa quantia.

Carro familiar: sim ou não?

crianças num carro familiar

Com efeito, depois de todos estes pontos, chegou a hora de pensar. Fará sentido este tipo de carro para o seu dia a dia? Ou será que existem outras opções mais vantajosas? 

No final da linha, o que realmente importa é que conheça bem o que diferencia um carro familiar dos demais e, acima de tudo, que viaje sempre em segurança.